segunda-feira, dezembro 24

Lí por aí: A origem do Natal


O natal é a principal tradição do sistema corrupto, denunciado inteiramente nas profecias e instruções bíblicas sobre o nome de Babilônia. Seu início e origem surgiu na antiga Babilônia de Ninrode.  Na verdade suas raízes datam de épocas imediatamente posteriores ao dilúvio.
Ninrode, neto de Cão, filho de Noé, foi o verdadeiro  fundador do sistema babilônico que até hoje domina o mundo.
Ninrode construiu a Torre de Babel, a Babilônia primitiva, a antiga Nínive e muitas outras cidades. Ele organizou o primeiro reino deste mundo. O nome Ninrode, em hebraico, deriva de “Marad” que significa “ele se rebelou, rebelde”.
Sabe-se bastante de muitos documentos antigos que falam deste indivíduo que se afastou  de Deus. O homem que começou a grande apostasia profana e bem organizada, que tem dominado o mundo até hoje.
Ninrode era tão perverso que se diz que casou-se com sua mãe, cujo nome era Semíramis. Depois de sua morte prematura, sua mãe-esposa propagou a doutrina maligna da sobrevivência de Ninrode como um ente espiritual. Ela alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia, de um pedaço de árvore morta, que simbolizava o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida.
Todo ano, no dia de seu aniversário de  nascimento ela alegava que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela. O dia de aniversário de Ninrode era 25 de dezembro, e esta é a verdadeira origem da “árvore de natal”.
Por meio de suas artimanhas e de sua astúcia, Semíramis converteu-se na “Rainha do Céu” dos babilônicos, e Ninrode sob vários nomes, converteu-se no “Divino Filho do Céu”. Por gerações neste culto idólatra. Ninrode passou a ser o falso Messias, filho de Baal: o deus-sol. Nesse falso sistema babilônico, “a mãe e a criança” ou a “Virgem e o menino” (isto é, Semíramis e Ninrode redivivo) transformaram-se em objetos disfarçados em Maria e o menino Jesus, principais de adoração católica.
A veneração da “virgem e o menino” espalhou-se pelo mundo afora. O presépio é uma continuação do mesmo em nossos dias, mudando de nome em cada  país  e língua. No Egito chamava-se Isis e Osiris, na Ásia Cibele e Deois, na Roma pagã Fortuna e Júpiter, até mesmo na Grécia, China, Japão e Tibete, encontra-se o equivalente da Madona (minha senhora), muito antes do nascimento de Jesus Cristo.
A Igreja Católica absorveu toda essa história e a tem promovido em todo o mundo em nome da verdadeira fé cristã.

segunda-feira, dezembro 17

Dica de Saúde

Essa é uma boa para aqueles que prometem a cada segunda-feira abandonar o consumo (principalmente o constante) de refri... Vale a pena dar uma olhada!


Lição do Dia: Inveja: Como combatê-la?



Invejar é enxergar o que o outro tem de bom, todavia com maus olhos. É quando se atribui o sucesso alheio a fatores negativos. Embora não pareça, a inveja não deixa de ser um elogio, pois não se inveja o que é ruim. Inveja é uma espécie de admiração que saiu pela contramão:


. Querer ser o que o outro é;
. Querer ter o que o outro tem

Dentro dos limites éticos, pode ser até elogiável este tipo de admiração, pois a pessoa admirada é um exemplo padrão a ser seguido. No entanto, quando uma pessoa começa a ter raiva por não conseguir ser igual a outra, aí é inveja! O pior de tudo, é que o invejoso passa a fazer de tudo para prejudicar a pessoa invejada.

Biblicamente, a inveja teve a sua origem no coração do diabo, ainda quando habitava no céu. Isto prova que não é o ambiente que faz a pessoa, mas a pessoa é quem faz o ambiente. 


Esta semente ruim que germinou no coração do diabo, também brotou no coração dos homens e, foi a raiz da primeira desgraça na família humana: levando um irmão a matar o outro.


Qual o antídoto para esta praga?


Tiago, irmão de Jesus deu um conselho que vale tanto para o invejado quanto para o invejoso, leiamos:


De onde vêm todas as guerras e conflitos que assolam o mundo? Vocês acham que acontecem sem razão? Raciocinem. As guerras acontecem porque vocês exigem: “é do, meu jeito, ou nada feito”. E para terem o que querem lutam com unhas e dentes. Vocês desejam o que não têm e são capazes de matar para consegui-lo. Invejam o que é dos outros e chegam a apelar para a violência.


Sei que vocês nem têm coragem de pedir a Deus. É claro que não! Vocês sabem que estariam pedindo o que não devem. Vocês são crianças mimadas, cada um querendo as coisas do seu jeito.


Vocês estão tentando passar a perna em Deus. Se tudo que querem é benefício próprio e enganar os outros, acabarão inimigos de Deus. E acham que Deus não liga? Pois ele mesmo diz: “Tenho muito ciúme de quem amo”. A verdade é que o amor de Deus é simplesmente incomparável. E Deus ainda acrescenta: “Eu condeno o coração orgulhoso, mas a minha graça abençoa o coração humilde”.


Então, rendam-se à vontade de Deus. Ele quer trabalhar na Vida de vocês. Digam “não” ao Diabo, e ele fugirá de imediato. Digam “sim" a Deus, e ele os atenderá na hora. (Tiago 4: 1-4)


Bom dia à todos!
Foto: Lição do Dia: Inveja: Como combatê-la?

Invejar é enxergar o que o outro tem de bom, todavia com maus olhos. É quando se atribui o sucesso alheio a fatores negativos. Embora não pareça, a inveja não deixa de ser um elogio, pois não se inveja o que é ruim. Inveja é uma espécie de admiração que saiu pela contramão:

. Querer ser o que o outro é;
. Querer ter o que o outro tem

Dentro dos limites éticos, pode ser até elogiável este tipo de admiração, pois a pessoa admirada é um exemplo padrão a ser seguido. No entanto, quando uma pessoa começa a ter raiva por não conseguir ser igual a outra, aí é inveja! O pior de tudo, é que o invejoso passa a fazer de tudo para prejudicar a pessoa invejada.

Biblicamente, a inveja teve a sua origem no coração do diabo, ainda quando habitava no céu. Isto prova que  não é o ambiente que faz a pessoa, mas a pessoa é quem faz o ambiente. 

Esta semente ruim que germinou no coração do diabo, também brotou no coração dos homens e, foi a raiz da primeira desgraça na família humana: levando um irmão a matar o outro.

Qual o antídoto para esta praga?

Tiago, irmão de Jesus deu um conselho que vale tanto para o invejado quanto para o invejoso, leiamos:

De onde vêm todas as guerras e conflitos que assolam o mundo? Vocês acham que acontecem sem razão? Raciocinem. As guerras acontecem porque vocês exigem: “é do, meu jeito, ou nada feito”. E para terem o que querem lutam com unhas e dentes. Vocês desejam o que não têm e são capazes de matar para consegui-lo. Invejam o que é dos outros e chegam a apelar para a violência.

Sei que vocês nem têm coragem de pedir a Deus. É claro que não! Vocês sabem que estariam pedindo o que não devem. Vocês são crianças mimadas, cada um querendo as coisas do seu jeito.

Vocês estão tentando passar a perna em Deus. Se tudo que querem é benefício próprio e enganar os outros, acabarão inimigos de Deus. E acham que Deus não liga? Pois ele mesmo diz: “Tenho muito ciúme de quem amo”. A verdade é que o amor de Deus é simplesmente incomparável. E Deus ainda acrescenta: “Eu condeno o coração orgulhoso, mas a minha graça abençoa o coração humilde”.

Então, rendam-se à vontade de Deus. Ele quer trabalhar na Vida de vocês. Digam “não” ao Diabo, e ele fugirá de imediato. Digam “sim" a Deus, e ele os atenderá na hora. (Tiago 4: 1-4)

Bom dia à todos!

quinta-feira, dezembro 13

O Luar do meu sertão...

Por Lilian Cunha




Desculpem-me a nostalgia... Mas já que hoje seria o aniversário de 100 anos do saudoso Luiz Gonzaga, que cantou nosso sertão pelo país afora e que me encanta até hoje ao relembrar a terra de meu pai, resolvi trazer uma música dele ao meu blog.

Ao assistir o filme "de pai pra filho",  pude relembrar do meu avô, das histórias que o meu pai me contou, das músicas que embalavam nossas viagens de férias no interior quando meu irmão e eu éramos ainda bem pequenos... 

Depois que meu avô morreu, minha vó foi pra Sampa e o sítio deixou de ser o nosso ponto de todas as férias. O riacho secou, já não tem mais bois e plantações... Só as lembranças das minhas férias no interior. Bons tempos. 

Enfim, parafraseando Gonzaga, "esse luar cá da cidade, tão escuro, não tem aquela saudade do luar do meu sertão"...

quarta-feira, dezembro 12

Lição do Dia: Você está preparado(a)?


Por Bp Jadson Santos

Em 1946, o artista Ray Charles ficou sabendo que a banda de Lucky Millinder viria à cidade. Charles conseguiu marcar um teste que o deixou muito entusiasmado. Se estivesse com Millinder, ele estaria no auge do sucesso.

Quando chegou a sua vez, o jovem musicista tocou o piano e cantou com o coração. Como era cego, Charles não percebeu a reação de Millinder à sua interpretação, por isso, quando terminou, esperou com paciência pela resposta do homem. Por fim, ele ouviu o líder da banda dizer: “Você não é bom o bastante, rapaz”. Charles voltou para a sua sala e chorou.

“Aquela foi a melhor coisa que já me aconteceu”, Charles relembrou mais tarde. “Depois de superar a pena que sentia de si mesmo, voltei e comecei a estudar para que ninguém me dissesse aquilo novamente”. E de fato, ninguém mais disse. Como se costuma dizer: “Você pode dizer que foi surpreendido uma vez; depois disso, a questão é falta de preparo”. O preparo de Charles rendeu-lhe benefícios por mais de meio século, e ele chegou a tocar alguns dos músicos mais talentosos do mundo.

O preparo pode não garantir o sucesso, mas coloca você na posição de alcançá-lo!
Lição do Dia: Você está preparado(a)?

Em 1946, o artista Ray Charles ficou sabendo que a banda de Lucky Millinder viria à cidade. Charles conseguiu marcar um teste que o deixou muito entusiasmado. Se estivesse com Millinder, ele estaria no auge do sucesso.

Quando chegou a sua vez, o jovem musicista tocou o piano e cantou com o coração. Como era cego, Charles não percebeu a reação de Millinder à sua interpretação, por isso, quando terminou, esperou com paciência pela resposta do homem. Por fim, ele ouviu o líder da banda dizer: “Você não é bom o bastante, rapaz”. Charles voltou para a sua sala e chorou.

“Aquela foi a melhor coisa que já me aconteceu”, Charles relembrou mais tarde. “Depois de superar a pena que sentia de si mesmo, voltei e comecei a estudar para que ninguém me dissesse aquilo novamente”. E de fato, ninguém mais disse. Como se costuma dizer: “Você pode dizer que foi surpreendido uma vez; depois disso, a questão é falta de preparo”. O preparo de Charles rendeu-lhe benefícios por mais de meio século, e ele chegou a tocar alguns dos músicos mais talentosos do mundo.

O preparo pode não garantir o sucesso, mas coloca você na posição de alcançá-lo!

terça-feira, dezembro 11

Crie!


"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem."
Hebreus 11:1



sábado, dezembro 8

Sobre escrever

"Escrever é fácil. Você começa com uma maiúscula e termina com um ponto final. No meio, coloca idéias."
 Pablo Neruda

sexta-feira, dezembro 7

O que prende seu tempo?


Prenda-se ao que te faz crescer.
Faça bom uso do teu tempo, ele é escasso.
Se você não enxerga dessa forma agora, algum dia assim será.

quarta-feira, dezembro 5

Como começar um dia


                                                                                                     Por Lilian Cunha

Acorde, levante-se!

Não deseje a cama ou os sonhos que deixará para trás ao se levantar. É necessário vivenciar a possibilidade de sonhos concretizados a cada novo dia.

Transforme seus sonhos em planos. Transforme seus planos em atitudes. Implemente-os e prove da realização que isso lhe proporciona. Você trouxe algo novo a este mundo, garantiu seu legado. Por um dia. Amanhã, repita tudo. Sempre com algo novo. Repetir o processo e ver que os resultados não se repetem... Os novos resultados te proporcionarão um desafio diário.

Desafios... É disso que você precisa para acordar e não desejar os sonhos da dormência. Desafios são ótimos, quando você traz dentro de si a convicção de que pode transformá-los em grandes oportunidades e experiências. Então, seja convicto de tudo. Acredite.

Acredito na utopia alheia. Não é porque o senso alheio considera impossível ou improvável que eu tenha que acreditar nessa mentira. A mentira do impossível, desenhada tão distante, tão difícil, tão desnecessária. A mentira que te faz desejar o que parece mais fácil, sentar e esperar a noite chegar para poder sonhar.

Tenho uma estranha mania de acreditar que tudo, absolutamente tudo, nessa vida pode dar certo... Estranha porque o normal é desconfiar, encontrar portos seguros, não se arriscar. Mania estranha essa de acreditar. Mas é uma ótima maneira de começar.

Acredite, sonhe, planeje, implemente, concretize, realize.

Comece hoje, agora... O seu dia pode estar começando neste exato momento!



sábado, dezembro 1

Fórmulas para a vida


Repito as sábias palavras: Pois é, pois é, pois é... ;)

Você tem um Amigo... [Q jamais te abandona!]

Web Analytics